sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Ideia para o Halloween

A globalização nos faz tomar conhecimento de costumes dos quais nem tínhamos ideia. A festa do Halloween é um deles. Os povos antigos, pagãos, da Bretanha, Escócia e Irlanda, de origem celta, festejavam o Samhain (pronuncia-se sou-ein) no dia que corresponde ao nosso 31 de outubro. Nos antigos calendários celtas e anglo-saxões, esse era o último dia do ano. Samhain significa 'fim do verão' (não esquecer que tudo surgiu no hemisfério norte). Acendiam-se grandes fogueiras no alto das colinas, para afugentar os maus espíritos, e acreditava-se que as almas dos mortos retornavam a suas casas para visitar os parentes e para se aquecerem no calor das lareiras.
Com a chegada do Cristianismo, o dia 1º de novembro foi dedicado a Todos os Santos, e o dia 31 de outubro passou a chamar-se, em inglês, All Saints' Eve (Véspera de Todos os Santos) ou também All Hallows' Eve. Hallow é uma palavra do inglês antigo e significa 'santo' ou 'sagrado'. Foi desse último termo que surgiu a palavra Halloween.
Os imigrantes irlandeses levaram essas tradições para os Estados Unidos, no séc. XIX. Como os Estados Unidos passaram a "ter a força" e também com o desenvolvimento dos meios de comunicação, essas tradições estenderam-se a quase todo o mundo. 
Cecilia, quanta elucubração! Só pra mostrar a bolsinha copiada do e-patternscentral ?


Para o Halloween


Adoro explicar! Os celtas não acreditavam em demônios, mas acreditavam que certas entidades poderiam ser malignas, tanto para os homens, como para plantações e animais. Então faziam umas máscaras bem esquisitas para afugentar esses espíritos. A prática mais famosa do Samhain é o Jack O'Lantern (máscaras de abóboras). Vários historiadores atribuem suas origens aos escoceses, enquanto outros dizem que é de origem irlandesa. As máscaras eram utilizadas por pessoas que precisavam sair durante a noite de Samhain. As sombras provocadas pela face esculpida na abóbora afastavam os maus espíritos e todos os seres do outro mundo que vinham para perturbar os vivos. Máscaras de abóboras também eram colocadas nos batentes das janelas e em frente à porta de entrada para proteger toda a casa.

Para o Halloween

A bolsinha que fiz vai servir para a Helô levar seus brinquedos na sexta-feira, 29 de outubro, para a festa da escola onde ela estuda. Aliás, não é bem uma bolsinha, é até bem grandinha: 30 x 30 cm.

Para o Halloween

A Helena gostou muito do tecido do forro. A alça, fiz com cordão trançado:

Para o Halloween

Gostei muito de fazer essa bolsa: me diverti muito. Mais ainda, quando vi que costurei as orelhas no sentido do comprimento e não da largura (comparem com o original). Ficou orelha de Shrek e não de Frankenstein. Os tecidos são nacionais, só não sei dizer de onde,  porque os pedaços que comprei estão sem indicação nenhuma. Comprei na Khalil, da Tijuca. Não ganho nada com isso, só a satisfação de mostrar uma opção para minhas amigas quilteiras. A loja é incrivelmente sortida. E fica perto do metrô.
Divirtam-se no Halloween!
 (por Cecilia)

3 comentários:

Livia disse...

adoro ler suas explicações!
a bolsinha ficou linda (e assustadora! rsrs)
bjos

Basile Patchwork disse...

Queria ter 8 anos para ir para a escola comemorar o Halloween com esta bolsa... Minhas Barbies ficariam bem assustadoras lá dentro.

A Cigarra e a Casca disse...

Não curto Halloween, mas sou fã de Frankstein! Uma fofura esta sacolinha.
Bjo