quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Você sabe o que é um berlingot?

Eu só soube o que é um berlingot (pronuncia-se berlangô) na semana passada, quando procurava modelos de biscornus e porta tesouras (étui à ciseaux) em blogs franceses. Sou "paixonada" pelos blogs franceses de pontos de cruz. Então estava eu procurando "biscornu" e "étui à ciseaux" no Google, quando, de repente, não mais que de repente, no blog creativepoppy.fr li " Berlingot - comment réaliser un berlingot". Curiosíssima (gente, o que é isso?, berlingot?), cliquei no link e cheguei a este tutorial. Bom, resumindo: O berlingot é um enfeite de forma triangular, de pirâmide, que pode ser usado da maneira que a gente quiser: pendurado na tesoura (scissor fob), para perfumar armários, (e só rechear com ervas cheirosas), em árvores de Natal ... usemos a imaginação!

http://petits-points-au-jardin.over-blog.com/
Como sempre, procurei a origem do nome, e, para minha surpresa, o berlingot é uma balinha, de cuja origem não se tem certeza. Parece que tudo começou no séc. XVIII. Os mais famosos são os de Carpentras e os de Nantes. São essas balinhas aqui:

Clique aqui para ver a imagem no site original

Agora, como e quando passou a designar o trabalho manual, essa explicação não encontrei em lugar nenhum. Nos tutoriais que encontrei, a maioria das bordadeiras o fazem com um retângulo (no final da postagem coloco os links mais interessantes). Neste caso, um retângulo que seja a soma de dois quadrados. Preferi fazer com dois quadrados, porque achei que ficaria mais interessante e fofinho com todas as costuras aparecendo.

Bordei os quadradinhos:

Berlingot (PAP)

Em seguida, uni três lados dos quadrados. Para unir, temos de usar a mesma técnica que usamos para unir os biscornus. Nesta postagem de 2009  -  Como fazer um biscornu - mostro como se faz, além de dar o link de um tutorial. Costurei a alcinha entre o 1º e o 2º lado, mas pode ser costurada em qualquer outro lugar. Recheei com plumante. Vejam que ainda é um quadrado:

Berlingot (PAP)

Agora é que vamos formar o berlingot. É só unir as duas costuras, formando um triângulo.

Berlingot (PAP)

Nesta foto dá para perceber bem como deve ser feita a costura:

Berlingot (PAP)

Et voilà! O azulzinho fiz como retângulo; foi quando achei que gostaria mais das quatro costuras aparentes, em vez de três. Agora, além dos biscornus, também fico procurando berlingots. Alguns feitos com tecidos são maravilhosos.

Berlingot (PAP)

Só quero acrescentar umas palavrinhas sobre o ponto de cruz. Nesta postagem de 2011 - Elucubrações sobre sobre o ponto de cruz a partir da ilustração de abril - faço algumas considerações sobre o tanto de trabalhos maravilhosos que podemos fazer com esse ponto. 

Aqui vão dois links de tutoriais de berlingots, além do que já citei:

Assim como gosto muito de fazer biscornus, agora também gosto muito de fazer berlingots. À bientôt!
(por Cecilia)

10 comentários:

Ana disse...

Oi, Cecília
Amo suas publicações cheias de conhecimento.
Sabe que eu nunca fiz um biscornu?
Acho um amo e um dia ainda vou fazer. Agora esse adorno com esse nome chique ...hehe.
É muita fofura.
Amo essas frescurinhas.
Um bjo carinhoso

Ana Paula disse...

Pois é...outro dia eu nem sabia o que era um biscornu, e aprendi...inclusive fiz um...e agora aprendo mais um termo interessante! Obrigada por compartilhar! Bjs.

Toca do trico e croche disse...

Cecília,
acabo de ser apresentada ao BERLINGOT.
Graças a você minha querida, acabei de conhecer mais esta maravilha !!!
Também adoro biscornus ...e vivo passeando nos blogs franceses.
Amei a novidade...e advinha!!!
Vou fazer um pra mim logo...logo...
Obrigado por compartilhar mais este lindo achado.

Abaços!

Sonia Faria

STILO BASICO disse...

Salve a blogosfera, que nos permiti tantas informações... amei seu post.

bjim

Andréa disse...

Olá, Cecília.
Quantos trabalhos maravilhosos! Seu post me deixou com vontade de aprender o ponto de cruz. = )
Um abraço,
Andréa.

Cristine disse...

Oi, Cecília!

Não conhecia o berlingot e achei que é uma pirâmide bem fofinha e bonita! Também preferi a versão com quatro costuras aparentes.

E, depois das elucubrações sobre a renda, ver esse post sobre o ponto cruz foi muito interessante, obrigada por linkar.
Deu vontade de fazer alguma coisa com esse ponto, foi o primeiro e único tipo de ponto de bordado que aprendi, hehe

Beijos,
Cris

Cecilia e Helena disse...

Que bom que vocês gostaram! Eu me apaixonei à primeira vista. Abraços da Cecilia.

Kélcia Seidel disse...

Ponto cruz sempre me encanta.Farei os berlingot talvez só para ter o prazer de bordar...usarei como sachês.
Parabéns pela postagem Helena,muito bem feita(parece até que foi uma professora quem fez rs).
Beijos

Daniella disse...

Adoreei o post, estou doida para aprender a bordar. *-*
Ótimo fim de semana. bjs

Milena disse...

Amei demais!!
Ficaram lindos!
bjs