terça-feira, 6 de setembro de 2011

De volta ao lerê lerê das colchas quiltadas à mão

Pois é! O calinho dos indicadores voltou, e as unhas dos médios voltaram a sofrer. Não consigo usar dedal, então, só me resta aguentar! Mas o resultado compensa:

Quilt da Lara (costas)
Foto tirada com iluminação natural para mostrar melhor os detalhes da quiltagem à mão (costas)

A mantinha tem 1,15 m x 1,15 m e foi toda quiltada (acolchoada) à mão - um lerê lerê incrível!
Os blocos são um tipo de log cabin, bem fácil de montar.

Quilt da Lara

O amassadinho característico é um charme!

 O elemento inusitado vai por conta do arremate quadriculado:
Viés
Começa o processo de colocação do viés

Quem costurou o viés de arremate foi a Helena, porque ainda não me acostumei com a potência da nossa nova Janome. Experimentei um pouquinho e acho que vou amar costurar na "poderosa".
Viés
Vrum-vrum... essa Janome é um arraso!
Viés

Como não trouxe todo o meu material de costura para Brasília, improvisei com algumas presilhas da Helô:
Viés
E não é que as presilhas da Helô também participaram da festa? Finalizando a colocação do viés, à mão 

A mantinha  vai para o mais novo membro da família do meu genro, a Lara, filha de um primo dele. Gosto de ir enviando mensagens de carinho enquanto vou fazendo os pontinhos do acolchoado. Que a Lara tenha caminhos de leite e mel em sua caminhada pela vida.

Quilt da Lara
Cerejinha do bolo: etiqueta bordada à mão pela Helena

Ficamos bem felizes com a postagem do Banana Craft, que toda semana faz uma lista de melhores fotos.
Um arraso!!!!!! Eu sei, eu sei que "louvor em boca própria é vitupério", mas que é bom, é, não é? Nada mais gratificante do que ver um trabalho feito com amor ser reconhecido.

Hoje, no BananaCraft 


Curiosamente, no dia em que terminei tudo, a Vivi, do Ateliê Basile, publicou esta postagem: Quem disse que enxoval de menina tem que ser rosa? A Helena e eu fazemos nossas as suas palavras!

(por Cecilia)

5 comentários:

A Casca da Cigarra disse...

A mão? Caramba que coisa mais linda!! E as fotos estão incríveis, a da sua mão tem que ir para um porta retrato do ladinho daquela das mãozinhas da Helo...ô família essa!

Valérie Roberto disse...

Cecília, eu não tiro o valor do quilt à máquina com toda a sua perfeição, mas como AMO o quilt a mão! Ele tem textura, forma, é diferente!

Não tenho a sua experiência em quiltar e sem´pre achei que o "amassadinho" que tinha nos meus eram "defeitos"

Bom saber que não os são.

Bejinhos

Simone Arrais disse...

Acho que quiltar à mão é a expressão máxima do carinho em cada pontinho... Parabéns, querida! A mantinha ficou um arraso! Bjs a todas!

Andréa disse...

Oi, Cecília.
Amei o quilting e o log cabin formando rosinhas. A mantinha ficou um arraso!
Quanto à maquina, eu uso uma Janome nas aulas com a Alice, mas confesso que prefiro a minha Singer. (rs)
Um beijo,
Andréa.

A Casca da Cigarra disse...

Helena, na hora que minha mãe pediu os paninhos lembrei dos "dedinhos nervosos da Cecília"...hahahah! Beijo querida!