sexta-feira, 31 de julho de 2009

Baguncinha gostosa

Esse título pertence à Helena, mas a baguncinha é minha. É o meu cantinho de costura, no segundo quarto do meu ap. A foto foi feita pela Helena, quando veio ao Rio para o meu aniversário. Nos dias de visita a máquina não funciona, porque o sofá-cama fica armado. Neste 17 de julho estiveram aqui meu filho, o Guto; minha nora, a Norma; a Helena e a Helô. Nossa! Como foi bom! Só faltou o Vitinho, meu genro, que ficou trabalhando em Brasília.
Mas eu queria mesmo era falar da minha máquina de costura, que me acompanha há tanto tempo neste meu périplo vital (um dia ainda falo sobre expressão, que os biógrafos espanhóis adoram), que nem me lembro quando passou a fazer parte da minha vida. Só sei que fiz muitos macacõezinhos - macaquinhos - pro Guto e vestidinhos pra Nena. Os moldes eram do Gil Brandão (quem se lembra?). A última roupa que costurei foi um conjunto preto pra Helena tocar na Orquestra Jovem de Brasília, da qual ela foi spalla. Ela devia ter uns 14 ou 15 anos. Depois parei, não me lembro por quê. Possivelmente por estar trabalhando em tempo integral, não me lembro. Se eu fosse poetisa, certamente escreveria uma Ode à minha máquina de costura.
Hoje mesmo estou costurando. Aí me lembrei de tanta coisa, que parei um pouquinho pra escrever essas recordações.
E aqui no Rio, "brumas no ar, no céu, no pensamento". Brumas do passado, cheio de boas recordações. (por Cecilia)

2 comentários:

Daniela Kodaira disse...

Oi Cecilia,
que delicia ver a sua "baguncinha"... aqui no nosso apartamento tb é meio parecido. O segundo quarto, enquanto não temos filhos, virou reduto da costura quando não recebo visitas, pois ele divide lugar com o sofa cama...Adoro o meu cantinho, apesar da bagunça... la guardo todos os meus tesouros...
Obrigada pelo selinho, vou ver se acho tempo pra coloca-lo no meu blog! Beijo grande

pormaisqdmais disse...

Oi Cecilia, como é gostoso ter estas lembranças não é, vc me remeteu ao tempo em que meus afilhados eram todos crianças, e ficavam esperando a roupinha deles. Agora estão todos casados e as roupinhas agora são para seus filhotes. a que coisa boa. Vc me trouxe estas lembranças. bjs 1000- fffc(fatima)